O Que Não Sabes Acerca Da Vacina Para A Covid-19

Eu trabalho num laboratório de análises clínicas e fui contatada, para saberem se estaria interessada em levar a Vacina para a Covid-19 (1).

A minha resposta, no momento atual, foi não…

Eu não quero levar a Vacina para a Covid-19!

Muitas das minhas colegas ficaram surpreendidas com a minha decisão, no entanto tiveram que a respeitar…

A leitura de alguns artigos do Dr. Mercola fizeram-me repensar e vieram ajudar-me a decidir o que de certa forma já estava resolvido na minha cabeça…

De acordo com um estudo, as pessoas que levam a Vacina Para a Covid-19 podem ficar suscetíveis a doenças mais graves, se estiverem em contato com o vírus!

O mesmo artigo refere que as vacinas para SARS- CoV (coronavírus da síndrome respiratória aguda grave), MERS-CoV (coronavírus da síndrome respiratória do Médio Oriente) e RSV (vírus sincicial respiratório)…

…sejam elas compostos de proteína, vetor viral, DNA ou RNA, e independentemente do método de entrega,  podem piorar a doença.

Este tipo de vacinas revelam uma séria preocupação, pois tendem a desencadear um aumento dependente de anticorpos (ADE).

Isto significa que…

A Vacina Para a Covid-19 em vez de aumentar a imunidade, aumenta a capacidade do vírus entrar e provocar infeção, originando complicações mais graves ainda!

A presença de anticorpos específicos para vírus é importante no controlo de infeções virais.

No entanto, em determinadas circunstâncias, pode haver um aumento dependente de anticorpos específicos para o vírus (ADE), que não só facilita a sua entrada, como a sua replicação em monócitos, macrófagos e células granulocíticas.

O desenvolvimento da vacina contra o coronavírus começou em 2002.

Em 2012, vários cientistas escolheram 4 vacinas promissoras, que foram administradas em furões (desenvolvem infeções pulmonares semelhantes às humanas).

Os furões desenvolveram uma resposta imunitária forte e tudo parecia estar no caminho certo para licenciar a vacina. Mas, quando eles foram expostos ao vírus selvagem, não resistiram… Todos ficaram doentes e acabaram por morrer!

Várias vacinas usam mRNA (RNA mensageiro), de forma a estimular as nossas células a produzir a proteína spike SARS-CoV-2 (proteína S). Esta proteína liga-se ao receptor ACE2, o primeiro passo que os vírus usam para conseguirem entrar nas células.

Subscreve-te na lista VIP do Blog Poder&Disciplina

Este Blog é somente para quem quer alcançar um espirito de vencedor(a) e guerreiro(a). É interdita a subscrição a quem se resigna à derrota! Junta-te a esta legião e obterás o sucesso!

Subscrever*100% Livre de Spam

O objetivo é o sistema imunitário começar a produzir anticorpos para combater o vírus e não deixar a doença instalar-se…

No entanto que tipo de anticorpos vão ser produzidos?

– Anticorpos neutralizantes, conhecidos como imunoglobulinas G (IgG), que combatem a doença?

Ou

– Anticorpos de ligação (não neutralizantes), que não conseguem prevenir o aparecimento da doença?

Em 2017 um estudo com coelhos demonstrou que quando estes foram infetados com o vírus MERS, eles ficaram doentes e desenvolveram anticorpos, mas não anticorpos neutralizantes.

Assim, quando foram novamente expostos ao vírus ficaram doentes de forma mais severa, mas desta vez, produziram anticorpos neutralizantes!

Podemos então deduzir que, se a vacina não provocar uma produção de anticorporpos neutralizantes, corremos o risco de desenvolver doença pulmonar grave, quando estivermos em contato com o vírus!

Se o SARS-CoV-2 funcionar como o vírus da dengue, que também é um vírus de RNA, então quem não tiver testado positivo, pode apresentar um risco aumentado da doença, depois de ter sido submetido à vacinação!

Há evidências que demonstram que os idosos são mais vulneráveis, tanto à COVID-19, como ao fenómeno ADE!

As vacinas são projetadas para reduzir a gravidade da doença e não para prevenir o seu aparecimento!

Então, se eu levar a Vacina Para a Covid-19 e entrar em contato com o vírus, o que sei, que mais cedo ou mais tarde, acabará por acontecer, posso desenvolver a doença de forma mais severa!

O aumento dependente de anticorpos (ADE), um processo no qual um vírus conta com a ajuda dos anticorpos para provocar a infeção

+

O risco elevado de imunopatologia Th2, em que uma resposta defeituosa das células T desencadeia inflamação e anticorpos pouco funcionais, que formam complexos imunes, ativando a via do complemento e provocando danos graves a nível respiratório…

Puseram-me a refletir…

Pesando tudo isto numa balança, decidi não ser vacinada!

Pesando tudo isto numa balança
Pesando tudo isto numa balança

Estou perfeitamente consciente de tudo isto e não só…

Sei que se me mantiver saudável, terei um sistema imunitário forte e capaz de me proteger!

Para o tornar mais forte tomo, diariamente, Vitamina D, Vitamina K2, ómega 3, um multivitamínico e mantenho uma alimentação natural, evitando todos os produtos processados!

Vê o resumo deste artigo em vídeo

P.S Não te esqueças de te subscreveres no nosso Canal do Youtube Poder&Disciplina

Subscreve-te na lista VIP do Blog Poder&Disciplina

Este Blog é somente para quem quer alcançar um espirito de vencedor(a) e guerreiro(a). É interdita a subscrição a quem se resigna à derrota! Junta-te a esta legião e obterás o sucesso!

Subscrever*100% Livre de Spam

Sobre o Autor

Carla Coelho
Carla Coelho

Olá o meu nome é Carla Coelho e este é o Blog Poder e Disciplina. Aqui, eu e o meu marido, compartilhamos conteúdos de alto valor sobre treino, dieta, saúde e sucesso. Sou Licenciada em Biologia, no ramo científico pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e sempre trabalhei como Técnica Superior de Laboratório na área de Análises Clínicas. Ao longo da minha vida sempre fui treinando e sempre me interessei muito por treinos, dieta, saúde e sucesso! Hoje o meu principal foco é tentar passar todo o meu conhecimento nestas áreas e ajudar qualquer um a melhorar a saúde de forma natural, fazendo dos alimentos os seus medicamentos!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solicitar exportação de dados

Utilize este formulário para solicitar uma cópia dos seus dados neste site.

Solicitar remoção de dados

Utilize este formulário para solicitar a remoção dos seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Utilize este formulário para solicitar a retificação dos seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Utilize este formulário para solicitar o cancelamento de inscrição do seu e-mail em nossas Listas de E-mail.