Gorduras
Gorduras - Aprende a distinguir as Boas das Más!

Como tudo começou…

Há mais de 50 nos que a comunicação social mostra desinformação acerca das gorduras saturadas, envolvendo-as num “cenário de crime” e apontando-as como uma das principais causas de doenças cardíacas!

Tudo aconteceu, devido a um falha grave cometida num estudo feito por um cientista, o Dr. Ancel Keys.

Ele, erradamente, associou a ingestão mais elevada de gordura saturada, a taxas mais elevadas de doenças cardíacas.

Com isto, a classe de médicos e de nutricionistas, apoiados pelos Mídea, além de recomendarem dietas pobres em gordura, desaconselham o consumo de óleo de coco, banha, manteiga ou até mesmo de carne, ou seja, tudo o que são gorduras saturadas.

Perante este cenário, as indústrias alimentares substituíram as gorduras saturadas por gorduras trans.

Portanto, nasceu um novo mercado de produtos, pobres em gorduras, mas ricos em açúcar e em aditivos alimentares.

O Dr. Fred Kummerow, autor do livro “Cholesterol Is Not the Culprit” (O Colesterol Não é o Culpado), fez pesquisas durante cerca de 8 décadas, sobre gorduras e doenças cardíacas.

Ele foi o primeiro investigador a mostrar que as gorduras trans eram as responsáveis pelo aumento de doenças cardíacas, porque são elas que fazem com que as artérias fiquem entupidas!

A jornalista Nina Teicholz publicou um livro que desafiou o mito das gorduras saturadas, chamado “The Big Fat Surprise”

Ela mostra as falhas no estudo de Ancel Keys, realça de que forma as gorduras saturadas são um alimento saudável que faz parte da dieta humana há milhares de anos e salienta como o aumento do consumo de hidratos de carbono provocou o aparecimento de mais doenças.

O que são gorduras saturadas?

A diferença entre gordura saturada e insaturada está no facto de os ácidos gordos saturados não terem ligações duplas entre os átomos de carbono, enquanto que os ácidos gordos insaturados têm pelo menos uma ligação dupla.

Portanto, estas gorduras são sólidas à temperatura ambiente e estão presentes em produtos de origem animal, tais como: leite gordo, carnes gordas, manteiga, banha e queijos feitos a partir de leite cru.

O que são gorduras hidrogenadas ou gorduras trans?

São gorduras modificadas por um processo de hidrogenação, em que há transformação de gorduras liquidas em sólidas.

Os ácidos gordos polinsaturados possuem mais do que uma dupla ligação nas suas cadeias e cada átomo de carbono pode apenas ligar-se a um átomo de hidrogénio.

Assim, no processo de hidrogenação, usado industrialmente, adicionam átomos de hidrogénio nos locais das duplas ligações.

O processo eliminou estas ligações, ou seja, transformam-se industrialmente este tipo de gorduras, em gorduras saturadas!

Isto é usado para solidificar estes ácidos gordos, aumentar a estabilidade do seu aroma e prolongar o tempo de conservação, bem como dos alimentos que os contém.

A industria alimentar utiliza muito este tipo de gorduras…

Além de serem baratas, duram muito tempo e dão um ótimo sabor e textura aos alimentos.

Onde se podem encontrar as gorduras trans ou hidrogenadas?

Este tipo de gordura não existe na natureza…

No fundo são gorduras insaturadas, manipuladas, artificialmente, para se tornarem gorduras saturadas, também conhecidas como gorduras trans.

Além de estarem presentes nos óleos vegetais (de girassol, amendoim, milho e soja) e de sementes hidrogenadas, usados para fritar é possível encontrá-las em diversos cremes para confeção de bolos, tortas, pizas congeladas, biscoitos e dezenas de outros alimentos processados.

Atenção que o consumo de gorduras trans:

  • Interfere nos recetores de insulina;
  • Aumenta o risco de doenças crónicas, tais como: cancro, doenças cardíacas e diabetes.

Mas, existem outros problemas adicionais:

1. Ao se aquecer os óleos vegetais, estes degradam-se e originam aldeídos cíclicos, que são produtos de oxidação altamente tóxicos.

Eles oxidam o colesterol LDL, promovem processos de inflamação, associados às doenças cardíacas e podem causar choque tóxico em animais, devido a danos gástricos, o que explica o aumento de doenças auto imunes e do trato gastrointestinal, na população atual.

2. Quando os alimentos ricos em amido ou em hidratos de carbono, como batatas e grãos são fritos ou cozidos a altas temperaturas, forma-se outro subproduto altamente tóxico, chamado acrilamida.

A acrilamida é uma neurotoxina e tem atividade cancerígena.

Como resolver esta situação?

Por um lado deves cozinhar com gorduras saturadas (manteiga, banha ou óleo de coco), que são estáveis e não oxidam quando são submetidas a elevadas temperaturas e, por outro lado, deves cozinhar os alimentos a temperaturas mais baixas!

Mas, isto representaria um golpe severo para a industria alimentar e para a industria farmacêutica, afinal ambas estão interligadas!

Enquanto isso não acontece, a indústria alimentar continua a fazer batatas fritas em óleos vegetais e um leque imenso de produtos processados, cheios de gorduras trans, que danificam o coração, o cérebro e o intestino.

A população fica cada vez mais doente e a indústria farmacêutica entra em cena com fármacos, que parecem remediar a situação, mas originam ainda mais problemas de saúde!

Efeitos provocados pelo consumo de gorduras hidrogenadas ou gorduras trans

  • Funcionam como um pró-oxidante, contribuindo para aumentar o estresse oxidativo, que causa danos celulares;
  • Provocam resistência insulínica;
  • Conduzem à obstrução das artérias, desencadeando o aparecimento de doenças cardíacas;
  • Impedem a síntese da prostaciclina, uma molécula necessária para manter o fluxo sanguíneo.

Contudo, quando as artérias já não a conseguem produzir, formam-se coágulos sanguíneos, que podem causar AVCs ou morte súbita.

  • Estão relacionadas a um maior risco de debilitação da memória e outros distúrbios neurológicos, o que representa um maior risco de várias formas de demência, incluindo a doença de Alzheimer.
  • Provocam inflamação sistémica;
  • Estão relacionados com o aparecimento de Doenças Cardíacas.

Subscreve-te na lista VIP do Blog Poder&Disciplina

Este Blog é somente para quem quer alcançar um espirito de vencedor(a) e guerreiro(a). É interdita a subscrição a quem se resigna à derrota! Junta-te a esta legião e obterás o sucesso!

Subscrever*100% Livre de Spam

Como evitar o consumo de gorduras trans?

Mesmo que penses que não consomes gorduras trans podes estar redondamente enganado, porque essas gorduras estão ocultas em muitos produtos alimentares, que compras com regularidade.

O que quero dizer é que mesmo que compres produtos rotulados de “zero gorduras trans”, a verdade é que eles as podem conter!

Os fabricantes não são obrigados a fazer referência à presença de gorduras trans, se estas estiverem abaixo de uma determinada concentração, por unidade de produto.

Assim, a única forma de as evitares é:

  • Exclui da alimentação quaisquer alimentos que contenham ou tenham sido fritos em óleos vegetais parcialmente hidrogenados;
  • Elimina todo o tipo de alimentos processados, porque eles contém açúcares, frutose, adoçantes artificiais, grãos, glúten, óleos vegetais, gorduras trans, ingredientes transgénicos e agrotóxicos;
  • Tenta consumir alguns alimentos crus, mas se os cozinhares, evita temperaturas muito elevadas;
  • Come legumes biológicos e proteínas de elevada qualidade, como por exemplo peixes selvagens ou carne de animais alimentados a pasto;
  • Obtém 50 a 85 por cento das tuas calorias diárias sob a forma de gordura, já que assim resolves a resistência à insulina e tens a tua saúde otimizada.

Boas fontes de gordura:

  • Carnes orgânicas de animais alimentados a pasto;
  • Peixes selvagens;
  • Óleo de coco;
  • Azeitonas;
  • Azeite;
  • Abacate;
  • Nozes;
  • Gemas de ovos de animais alimentados a pasto;
  • Manteiga;
  • Queijos feitos com leite cru.

Durante a evolução como seres humanos sempre nos alimentámos, maioritariamente, de produtos de origem animal, portanto do ponto de vista evolutivo não faz sentido dizer que as gorduras saturadas são más para a nossa saúde!

O corpo precisa de gorduras saturadas para funcionar de maneira apropriada, por isso não tens que ter medo, pelo contrário elas constituem um combustível importante para o corpo!

Benefícios importantes para a saúde, fornecidos pelo consumo de gorduras saturadas

  • Favorecem a perda de peso, porque dão uma maior sensação de saciedade;
  • Modulam a regulação genética;
  • Oferecem às células um combustível mais limpo.

Isso resulta em menos espécies reativas de oxigénio, o que está relacionado com a prevenção do aparecimento de células cancerígenas;

  • Transportam vitaminas lipossolúveis, tais como: vitaminas A, E, D e K e também melhoram a absorção de sais minerais;
  • Fornecem os “tijolos” necessários para a construção das membranas celulares, hormonas, …
  • Funcionam como um antiviral;
  • Melhoram a capacidade cognitiva e previnem o aparecimento de distúrbios cerebrais, como várias formas de demência.

Conclusão

Penso que ficaste esclarecido com o que te apresentei neste artigo e, que a partir de agora, escolhas de forma correta as gorduras que consomes.

Se escolheres gorduras saturadas provenientes da carne, peixes selvagens, ovos, banha, manteiga, óleo de coco e azeite, não precisas ter medo de comer gordura!

Não ponhas na tua mesa produtos processados e, certamente, de uma forma bem simples vês-te livre de tudo o que possa conter gorduras trans ou hidrogenadas.

Quando cozinhares, fá-lo com óleo de coco, banha ou manteiga, porque só deves usar azeite para temperar alimentos no prato ou saladas.

Como sempre, defendemos o que é mais natural e destacamos as nossas origens e o que a natureza nos oferece!

Termino com esta citação…

Apressa-te a viver bem e pensa que cada dia é, por si só, uma vida (Sêneca)

Subscreve-te na lista VIP do Blog Poder&Disciplina

Este Blog é somente para quem quer alcançar um espirito de vencedor(a) e guerreiro(a). É interdita a subscrição a quem se resigna à derrota! Junta-te a esta legião e obterás o sucesso!

Subscrever*100% Livre de Spam

Sobre o Autor

Carla Coelho
Carla Coelho

Olá o meu nome é Carla Coelho e este é o Blog Poder e Disciplina. Aqui, eu e o meu marido, compartilhamos conteúdos de alto valor sobre treino, dieta, saúde e sucesso. Sou Licenciada em Biologia, no ramo científico pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e sempre trabalhei como Técnica Superior de Laboratório na área de Análises Clínicas. Ao longo da minha vida sempre fui treinando e sempre me interessei muito por treinos, dieta, saúde e sucesso! Hoje o meu principal foco é tentar passar todo o meu conhecimento nestas áreas e ajudar qualquer um a melhorar a saúde de forma natural, fazendo dos alimentos os seus medicamentos!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solicitar exportação de dados

Utilize este formulário para solicitar uma cópia dos seus dados neste site.

Solicitar remoção de dados

Utilize este formulário para solicitar a remoção dos seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Utilize este formulário para solicitar a retificação dos seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Utilize este formulário para solicitar o cancelamento de inscrição do seu e-mail em nossas Listas de E-mail.