Diabetes
Diabetes – Como evitar, controlar e reverter!

Em 2021 haviam cerca de 537 milhões de adultos com diabetes em todo o mundo, embora este número possa ser inferior à realidade porque muitas pessoas nem sequer sabem que tem esta doença!

Neste artigo apenas me vou referir à Diabetes tipo 2, uma vez que está relacionada com o estilo de vida de cada um!

A diabetes tem sido banalizada, de tal forma que quando alguém é diagnosticado com a doença, encara isso com demasiada normalidade!

No entanto, ter diabetes não é normal e esta patologia está associada a problemas de saúde, que nem te passam pela cabeça!

Ter diabetes não significa apenas ter níveis de glicémia elevados, infelizmente é muito pior que isso!

A maioria das pessoas que são diagnosticadas com a doença aceitam-na de braços abertos e justificam-se muitas vezes, dizendo:

“ … Com a idade tudo aparece…”

O Dr. Jason Fung é um dos maiores especialistas mundiais em jejum, para perder de peso e para reverter a diabetes…

Ele disse:

Pessoas com diabetes tipo II, geralmente, são obesas e com elevado perímetro abdominal”…

As suas células estão cheias de glicose e não conseguem receber mais e é por isso que as pessoas desenvolvem resistência à insulina“.

A insulina tenta levar a glicose que está no sangue para dentro da célula, mas como as células já estão cheias, transbordam”…

O fígado tenta livrar-se do excesso de glicose e transforma-a em gordura, daí as pessoas terem o chamado “fígado gordo”.

A chave é livrarmo-nos de todo o açúcar, por isso em primeiro lugar deves evitar ingerir açúcar e, em segundo lugar, deves queimar o que está dentro das células“.

Assim, a diabetes é uma doença caraterística da sociedade moderna, que resulta de vários erros que, diariamente, se cometem durante vários anos:

  • Estilo de vida pouco saudável;
  • Aumento do consumo de hidratos de carbono;
  • Consumo exagerado de produtos processados;

Portanto, a diabetes resulta, essencialmente, do desequilibro nutricional!

Esse desequilíbrio acaba por afetar a resistência das nossas células a várias hormonas, tais como: à insulina, leptina e grelina, o que está na base dos verdadeiros problemas, associados à diabetes.

Mas, não te esqueças que o nosso corpo é uma combinação demasiado complexa de várias moléculas, que em conjunto, controlam e regulam tudo o que acontece!

Portanto, não penses que a diabetes é apenas o resultado de níveis elevados de açúcar no sangue…

A realidade é bem mais complexa, pois na verdade, ela resulta da resistência da insulina a nível celular!

É necessário perceber as funções de algumas hormonas importantes para perceber melhor a diabetes, enquanto desequilíbrio nutricional:

  • Insulina – é uma hormona libertada no pâncreas e que leva o açúcar presente no sangue a todas as membranas celulares, para poder ser usado como combustível dentro das células.

Quando as células se tornam resistentes à insulina, esse açúcar fica acumulado no sangue e isso resulta em níveis de glicémia elevados!

  • Leptina – é uma hormona produzido pelas células de gordura.

A sua função é avisar o cérebro que tens quantidade suficiente de gordura armazenada, portanto já comeste o necessário.

Além disso, ela também regula a quantidade de energia que é “queimada”!

Assim, sempre que ocorrem erros no mecanismo de sinalização da leptina, acabará por ocorrer elevação dos níveis de glicémia!

  • Grelina – esta hormona é produzida pela mucosa do estômago e avisa o teu cérebro que estás com fome.

Assim, o incorreto funcionamento da sinalização da leptina ou da grelina, pode fazer com que comas demasiado o que, a longo prazo, resulta em excesso de peso e obesidade.

Normalmente a acompanhar a obesidade vem a resistência à insulina, o que provoca níveis elevados de açúcar no sangue e, consequentemente, ao diagnóstico de diabetes.

A lista de doenças associadas à diabetes é muito extensa e os prejuízos podem ser catastróficos:

  • Doenças cardiovasculares;
  • Cataratas, cegueira e outras doenças dos olhos;
  • Infeções, tanto bacterianas como fúngicas;
  • Úlceras e outros problemas de pele;
  • Possibilidade de amputações;
  • Neuropatias;
  • Doenças renais;
  • Gengivite e periodontite;
  • Perda auditiva;
  • Doença de Alzheimer, …

Existe algo muito importante, tanto nesta como noutras doenças…

“… uma pitada de prevenção vale mais que uma tonelada de cura”…

Contudo, se adotares um estilo de vida saudável e isso inclui fazer uma alimentação correta, poderás prevenir ou até reverter a diabetes, sem precisares de qualquer tipo de medicação!

Subscreve-te na lista VIP do Blog Poder&Disciplina

Este Blog é somente para quem quer alcançar um espirito de vencedor(a) e guerreiro(a). É interdita a subscrição a quem se resigna à derrota! Junta-te a esta legião e obterás o sucesso!

Subscrever*100% Livre de Spam

Dicas importantes

  • Consome fibras – elas regulam a digestão dos alimentos e a libertação da leptina e da grelina, que são essenciais na perda de peso, para te sentires mais saciado e para prevenir a diabetes.

Além disso, as fibras também reduzem o risco de doenças cardíacas, melhoram os movimentos intestinais, normalizam os níveis de colesterol, …

As fibras que deves ingerir não são as que estão presentes em grãos, nem em alimentos processados, rotulados de “ricos em fibra”.

As fibras saudáveis estão nos legumes, sementes de chia, linhaça e em algumas frutas!

  • Diminui o consumo de hidratos de carbono – os hidratos de carbono, especialmente, os que forem provenientes de produtos processados, despoletam picos de insulina!
  • Escolhe com rigor as frutas que consomes – não basta evitares comer pães, massas, bolos, biscoitos, porque a maioria das frutas são ricas num açúcar, chamado frutose, que pode ser mais prejudicial que outro tipo de açúcares.

Além disso, o consumo de sumos de frutas foi associado a um risco ainda maior!

Um estudo mostrou que os participantes que consumiam mirtilos, uvas e maçãs pelo menos duas vezes por semana, estavam até 23% menos propensos a desenvolver diabetes tipo 2, quando comparados com aqueles que consumiam estas frutas uma vez por mês ou menos.

Apesar de as maçãs e as uvas apresentarem percentagens elevadas de frutose, possuem um flavonóide chamado quercetina que bloqueia o metabolismo da frutose, de acordo com o especialista, Dr. Richard Johnson.

Assim, uvas vermelhas, ameixas e muitas bagas, incluindo mirtilos, também contém quercetina.

  • Aumenta o consumo de canela, gengibre e alecrim;
  • Melhora os teus níveis de Vitamina D e de Magnésio;
  • Faz exercício físico – faz treinos de alta intensidade, seja treinos de musculação, “body wheight” ou caminhadas.

Quanto mais treinares, mais as tuas células ficam sensíveis à leptina, o que significa que reduzes a resistência à insulina e, portanto o risco de diabetes.

A diabetes tipo 2 também está associada à redução da função ventricular esquerda no coração!

O ventrículo esquerdo é a cavidade inferior esquerda do coração, logo se este ficar maior e não se conseguir contrair o suficiente para bombear sangue para todo o corpo, isso pode levar a uma insuficiência cardíaca.

Infelizmente, existe uma forte associação entre estas duas doenças!

O treino intervalado de alta intensidade (HIIT) combina exercícios de alta intensidade com períodos de descanso.

  • Aumenta a quantidade de água que ingeres – quando estás desidratado o fígado liberta uma hormona, que aumenta os níveis de glicose no sangue.

Muitas vezes pensas que estás com fome, mas apenas estás desidratado, então bebe um copo de água grande, espera 20 minutos e depois vê se continuas ou não a sentir fome!

  • Diminui fatores de estresse – quando ficas estressado, o teu corpo liberta cortisol e glucagon, que são duas hormonas que afetam os níveis de açúcar no sangue.

Se tentares controlar o estresse com exercícios, meditação, ioga ou outras técnicas de relaxamento, podes corrigir problemas de secreção e de resistência à insulina, que te vão ajudar a prevenir a diabetes.

  • Dorme bem – ter um sono de qualidade ajuda-te a sentires-te bem e a teres uma boa saúde.

Dormir pouco ou teres noites de sono de fraca qualidade podem reduzir a sensibilidade à insulina e contribuir para o ganho de peso corporal.

  • Faz jejum intermitente – esta é uma das intervenções mais poderosas para a diabetes tipo 2, para resolver a resistência à insulina.

Esta é uma ferramenta imprescindível para queimar todo o açúcar que está presente e que precisa ser eliminado!

A maioria das pessoas com diabetes come de 3 em 3 horas, mas isso não ajuda nada!

Faz jejum intermitente, mas vai aumentando gradualmente o número de horas que ficas sem comer e para isso tens que aumentar o consumo de boas gorduras e diminuir o consumo de hidratos de carbono.

Durante esta transição, o corpo não consegue armazenar glicogénio e isso obriga-o a queimar gordura como fonte de combustível!

Além de dezenas de outros benefícios, o jejum parcial regenera o pâncreas e promove a formação de células beta, produtoras de insulina e reativa e acelera o ciclo natural de regeneração do teu corpo.

No entanto, fala com o teu médico, se:

  • Tomas, regularmente, medicamentos para a diabetes;
  • Fazes administração de insulina.

Qualquer destas situações podem ter consequências graves…

Fazer medicação para a diabetes e jejum intermitente ao mesmo tempo, pode baixar demasiado os teus níveis de glicémia, o que representa risco de vida!

  • Melhora o teu microbioma intestinal – alguns estudos têm demonstrado que pessoas obesas têm bactérias intestinais diferentes de pessoas magras e que, certos micróbios podem promover a obesidade.

Portanto, podes aumentar a quantidade de bactérias benéficas no teu intestino, se consumires alimentos fermentados e suplementos probióticos de elevada qualidade.

  • Evita comer antes de dormir – é importante evitares comer, o que quer que seja, pelo menos três horas antes de dormires.

Eliminar este hábito tem benefícios importantes para a saúde, porque quando o nosso corpo não precisa de energia e fornecemos-lhe comida, prejudicamos as nossas mitocôndrias.

As mitocôndrias precisam do combustível certo, mas também na hora certa do dia, caso contrário o seu funcionamento é afetado, o que “abre as portas” ao aparecimento de doenças crónicas.

Conclusão

Ao contrário das doenças infeciosas, a maioria das doenças metabólicas, onde se inclui a Diabetes, não se consegue curar com medicamentos, porque estão relacionadas com o estilo de vida de cada um e com a forma como nos alimentamos.

De uma forma muito simples…

Quando ingeres hidratos de carbono, a glicose no sangue aumenta e a insulina entra em ação transportando-a para o interior das células, como um mecanismo de chave e fechadura!

Se a insulina funciona como uma chave e abre a porta das células para a glicose entrar, porque razão é que um diabético tem níveis elevados de glicose no sangue?

O que acontece é que as células estão cheias de glicose, ou sejam estão a transbordar e fecham porque não tem capacidade para tolerar mais glicose.

Cabe ao fígado livrar-se desse excesso de glicose e ele faz o seu trabalho, transformando-a em gordura!

Quase todos os diabéticos tem fígado gordo, obesidade, elevados perímetros abdominais, … , por isso a solução é simples:

Retirar todo o açúcar da alimentação e tentar queimar tudo o que está dentro das células!

Se reduzires a quantidade de hidratos de carbono que consomes, adotando uma dieta saudável, como a Dieta Cetogénica, iniciares a prática de Jejum Intermitente, fizeres treinos HIIT, dormires bem, evitares o estresse, manteres-te bem hidratado, …

Tenho a certeza que vais esquecer a palavra DIABETES e não vais ter que te preocupar com todas as doenças que daí se iriam originar!

Não vai ser só a Diabetes que vai desaparecer…

O excesso de peso também e muitos outros problemas de saúde, porque todas estas dicas contribuem para a perda de peso, mas sobretudo para adquirires uma saúde de ferro!

Deixo-te um desafio…

Mede os teus níveis de glicémia antes e depois de pores em prática estes ensinamentos.

Gostaria de comprovar a todos, que é possível reverter doenças, de forma natural!

Antes de curar alguém, pergunta-lhe se está disposto a desistir das coisas que o fizeram adoecer (Hipócrates)

Subscreve-te na lista VIP do Blog Poder&Disciplina

Este Blog é somente para quem quer alcançar um espirito de vencedor(a) e guerreiro(a). É interdita a subscrição a quem se resigna à derrota! Junta-te a esta legião e obterás o sucesso!

Subscrever*100% Livre de Spam

Sobre o Autor

Carla Coelho
Carla Coelho

Olá o meu nome é Carla Coelho e este é o Blog Poder e Disciplina. Aqui, eu e o meu marido, compartilhamos conteúdos de alto valor sobre treino, dieta, saúde e sucesso. Sou Licenciada em Biologia, no ramo científico pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e sempre trabalhei como Técnica Superior de Laboratório na área de Análises Clínicas. Ao longo da minha vida sempre fui treinando e sempre me interessei muito por treinos, dieta, saúde e sucesso! Hoje o meu principal foco é tentar passar todo o meu conhecimento nestas áreas e ajudar qualquer um a melhorar a saúde de forma natural, fazendo dos alimentos os seus medicamentos!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solicitar exportação de dados

Utilize este formulário para solicitar uma cópia dos seus dados neste site.

Solicitar remoção de dados

Utilize este formulário para solicitar a remoção dos seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Utilize este formulário para solicitar a retificação dos seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Utilize este formulário para solicitar o cancelamento de inscrição do seu e-mail em nossas Listas de E-mail.