Canela
Canela - Muito mais que uma Especiaria

Um pouco de história sobre a canela…

A canela é uma especiaria muito apreciada em várias culturas.

Ela é obtida a partir da parte interna do tronco de árvores, do género Cinnamomum e existem cerca de 250 espécies, distribuídas pela China, Índia e Austrália.

Ela ocupa um lugar de destaque no mundo das especiarias e o seu nome científico, cinnamomum sp. é de origem Indonésia (kayu manis), que significa “madeira doce”.

  • Os chineses conhecem a canela desde 2500 a.C. e consideravam-na mais valiosa que o ouro.
  • No antigo Egipto era utilizada na medicina popular, como condimento e no processo de embalsamento (técnica usada para preservação de corpos).
  • Nos séculos XIV e XVI, a canela, bem como outras especiarias eram usadas como moeda de troca, a fim de pagar serviços, impostos, dívidas, acordos,… e um dos motivos pelos quais, numerosas embarcações, se dirigiam para o oriente, especificamente para Ceilão.
  • No seculo XVIII, o seu cultivo estendeu-se a outros locais, já que era considerada uma mercadoria preciosa e com uma enorme versatilidade de aplicações.

A forma mais pura de canela obtem-se a partir de uma árvore nativa do antigo Ceilão, atual Sri Lanka, no sul da Índia.

Portanto, esta árvore, Cinnamomum verum, oferece-nos a “verdadeira canela”, ou canela do Ceilão, de sabor picante e adocicado!

Outra das espécies de destaque é Cinnamomum cassia, oriunda do sul da China e que também é cultivada noutros locais da Ásia.

Contudo, esta espécie é mais fácil de encontrar e caracteriza-se por ter um sabor menos doce e menos aromático, que a canela do Ceilão.

O seu uso para além da cozinha…

A maioria das pessoas usam a canela como condimento e para aromatizar várias iguarias, já que o seu perfume, sabor e aroma são inconfundíveis e conferem personalidade a vários pratos.

Na gastronomia portuguesa é comum usar a canela, sobretudo, na doçaria e para aromatizar bebidas, mas também é comum usá-la na cosmética e até na decoração.

Como adoro canela, utilizo-a, diariamente, tanto em pó como o pau de canela…

A canela em pó utilizo na granola, na fruta, em bolos ou sobremesas saudáveis, especialmente se tiverem maçã, no iogurte grego natural, em compotas, …

O pau de canela utilizo, essencialmente, para aromatizar chás e café.

No entanto, na gastronomia mundial a canela é muito versátil e utilizada tanto em sobremesas, como em pratos principais.

Mas, a sua utilidade vai além da cozinha, já que a canela possui aplicações farmacológicas muito interessantes.

Composição da Canela

A canela possui vários componentes, mas só vou fazer referência aos que mais se destacam:

  • Sais minerais – destaca-se o cálcio, que se encontra presente em maior quantidade, ferro, magnésio, manganês, fósforo, potássio, sódio e zinco.
  • Fibras – estão presentes em quantidades consideráveis.
  • Vitaminas – tais como: vitamina A, vitaminas do complexo B (B1, B2, B3, B6), vitamina E, K e C.
  • Óleo essencial volátil – é constituído na sua maioria por aldeído cinâmico, um líquido amarelo, cujo componente ativo é responsável pelo seu aroma e odor característicos.

Outros dos componentes deste óleo são: o eugenol, um fenol com propriedades anti oxidantes e o álcool cinâmico.

  • Compostos fenólicos – estão presentes em menor quantidade e pertencem ao grupo dos flavonoides, com destaque para as antocianinas e para as proantocianidinas, terpenos, taninos, mucilagem, hidratos de carbono e vestígios de cumarina.

Propriedades da canela

  • Confere sabor e aroma a várias iguarias, usadas na gastronomia mundial.
  • Funciona como um conservante de alimentos, devido às suas propriedades antimicrobianas, o que é bastante promissor.

Num estudo, adicionaram-se algumas gotas de óleo essencial de canela a 100 ml de caldo de cenoura.

Observou-se a inibição do crescimento de microrganismos patogénicos, mesmo quando o caldo era colocado no frigorífico.

Portanto, o caldo de cenoura sem a adição do óleo de canela, mesmo refrigerado, desenvolveu microrganismos patogénicos, o que mostrou que a canela, funciona como um eficaz conservante natural!

  • Neutralizador de odores, já que perfuma o ambiente e elimina bactérias causadoras de maus odores.
  • Possui propriedades antibacterianas e antifúngicas

Vários estudos científicos, mostraram que o óleo volátil das cascas e das folhas (o óleo das cascas é ainda mais efetivo que o das folhas) se mostra eficaz na inibição de várias estirpes de bactérias, tais como: E.coli, Salmonella typhimurium, Staphylococcus aureus, Acinetobacter spp.,… e de alguns fungos, como: Candida spp, Aspergillus niger, A.flavus, A.fumigatus, …

  • Apresenta propriedades anti oxidantes

Diferentes estudos realizados, demonstraram a sua poderosa capacidade em eliminar radicais livres.

Isso é muito positivo, tanto para indivíduos que possuam doenças relacionadas com o estresse oxidativo, como para a população em geral.

A canela é uma boa aliada na prevenção do cancro, devido ao seu potencial antioxidante e também, devido à sua capacidade em baixar os níveis de glicose no sangue, já que as células cancerígenas se alimentam de glicose.

Além disso, extratos de Cinnamomum cassia utilizados em ratos com melanoma humano, mostraram que a canela estimulava a morte das células cancerígenas.

A canela controla os níveis de glicémia, o que contribui para aumentar a sensação de saciedade, reduzindo a impulsividade alimentar.

Mas não se fica por aqui, porque também diminui o tempo de esvaziamento gástrico após uma refeição, o que conduz à saciedade, por períodos de tempo maiores.

Além disso, a canela é uma especiaria termogénica…

Portanto, isso significa que consegue aumentar o gasto calórico, produzindo calor, durante o processo de digestão e no metabolismo em geral.

Um estudo realizado em 2006 mostrou que um grupo de indivíduos suplementados com canela obtiveram redução na gordura corporal e aumento de massa magra.

  • Melhora o processo digestivo

Os óleos essenciais da canela, estimulam a salivação e os sucos gástricos, facilitam a digestão e auxiliam no tratamento de doenças do aparelho digestivo, tais como: aerofagia, flatulência, digestões difíceis, falta de apetite, diarreia, vómitos, espasmos intestinais…

  • Contribui para uma vida mais ativa

Alguns estudos indicam que a canela é um revigorante que ajuda a manter a energia, a concentração e a agilidade.

O simples ato de cheirar canela impulsiona o processamento cognitivo, aumentando a atividade cerebral.

  • Auxilia o sistema circulatório

A canela é bastante usada para problemas do sistema circulatório, porque possui propriedades anti agregantes, que favorecem a circulação sanguínea e previnem a formação de trombos.

  • Possui propriedades anti inflamatórias e anti artríticas, reduzindo os fatores de necrose tumoral (TNF – α).

A canela é eficaz no combate à dor e, por isso, é aconselhada para aliviar dores menstruais e para quem pratica atividade física intensa.

Tanto nos indivíduos diabéticos, como nos pré diabéticos, a canela tem efeitos hipoglicemiantes, ou seja, ajuda a diminuir a concentração de glicose no sangue.

Em 2003 foram feitos ensaios clínicos randomizados em indivíduos com diabetes tipo II, que não usavam insulina e que tinham níveis séricos de glicose na ordem dos 140 a 400 mg/dL.

Os grupos continuaram a fazer a sua alimentação normal e a tomar a medicação habitual.

Três dos seis grupos em estudo, passaram a consumir canela e os outros três tomaram cápsulas de placebo, durante 40 dias, seguindo-se um período de 20 dias sem consumo de canela.

Após os 40 dias de experiência, os níveis de glicose baixaram de 18% a 29%, os níveis de triglicéridos baixaram de 23% a 30%, assim como os níveis de colesterol total (12% a 26%) e de colesterol LDL (7% a 27%).

As conclusões foram as seguintes…

O consumo de canela melhora os níveis séricos de glicose, diminuí a concentração de HbA1c (hemoglobina glicosilada) e ainda melhora o perfil lipídico, o que comprova a sua capacidade em reduzir os fatores de risco, associados à diabetes e a doenças cardiovasculares.

O consumo de canela é importante mesmo para quem não tem diabetes, porque os compostos presentes na canela, estimulam os recetores da insulina e aumentam a capacidade das células utilizarem a glicose.

Portanto, esta caraterística, além de normalizar os níveis de glicose no sangue, ajuda a reduzir a sua acumulação, sob a forma de gordura, evitando desta forma, a obesidade e outras doenças!

  • Previne o aparecimento de doenças cardiovasculares

A canela é eficaz no controlo da hipertensão arterial, diminuindo a pressão arterial sistólica e diastólica, além de manter a saúde cardíaca, devido às suas propriedades antioxidantes.

As plaquetas são células sanguíneas, que se aglomeram em resposta a qualquer situação de emergência.

Quando isso acontece, o fluxo sanguíneo pode ser insuficiente e haver formação de coágulos.

O cinamaldeído presente na canela reduz a agregação plaquetária, ou seja, a aglutinação excessiva das plaquetas, o que ajuda a prevenir a formação de coágulos nas artérias, que estão na origem de AVCs ou enfartes.

Outra das suas formas de atuação é…

A canela é uma fonte de cálcio e fibras e as fibras podem ligar-se aos sais biliares e eliminá-los do nosso organismo.

Assim, o nosso corpo tem que voltar a produzi-los e, para isso, necessita de degradar o colesterol, o que se torna útil, pois melhora o perfil lipídico, prevenindo o aparecimento de aterosclerose e doenças cardíacas.

  • Auxilia no combate a doenças respiratórias

Subscreve-te na lista VIP do Blog Poder&Disciplina

Este Blog é somente para quem quer alcançar um espirito de vencedor(a) e guerreiro(a). É interdita a subscrição a quem se resigna à derrota! Junta-te a esta legião e obterás o sucesso!

Subscrever*100% Livre de Spam

O seu poder antibacteriano e anti inflamatório, tornam-na eficaz no tratamento de bronquite, resfriados e tosse.

Experimenta juntar 1 colher de chá de canela com 3 colheres de sopa de mel e toma 1 colher de sobremesa, durante três dias.

  • Ajuda a “travar” a Doença de Alzheimer (D.A)

A D.A caracteriza-se pelo aparecimento de tranças fibrilares e de placas senis entre as células cerebrais, o que danifica as suas conexões, impossibilitando a comunicação no interior do cérebro.

Algumas células acabam mesmo por morrer e vão-se perdendo certas funções e capacidades, o que a longo prazo, se torna numa situação quase irreversível.

Contudo, dois dos compostos encontrados na canela, o cinamaldeído e a epicatequina, impedem o desenvolvimento dos emaranhados fibrilares e de placas, encontradas nas células cerebrais que caraterizam esta doença.

Além disso, existe uma forte ligação entre esta doença e a diabetes tipo II.

Alguns cientistas consideram que o Alzheimer seja uma forma de diabetes, porque, cerca de 70% das pessoas com diabetes tipo II, podem vir a desenvolver Alzheimer.

Portanto, como a canela controla e reduz os níveis de açúcar no sangue, ajuda na prevenção do aparecimento da Doença de Alzheimer.

  • Auxilia no tratamento de Doença de Parkinson (D.P)

Esta doença é a segunda doença degenerativa mais comum, logo a seguir à Doença de Alzheimer e afeta 1 em cada 100 pessoas, com mais de 65 anos de idade.

Quando o nosso cérebro origina um impulso, para movimentar um músculo, esse impulso passa pelos gânglios basais, um grupo de células nervosas, localizadas na zona mais profunda do cérebro e que coordenam e suavizam os movimentos.

Na D.P, as células nervosas de uma zona específica dos gânglios basais, designada “substância negra”, degeneram e diminuem a produção de dopamina, um neurotransmissor cuja função é intensificar os impulsos nervosos para os músculos.

Assim, os gânglios basais deixam de poder controlar e suavizar os movimentos e ocorrem tremores, falta de coordenação, movimentos lentos, dificuldade em se movimentar e problemas de postura.

Parece mesmo, que ocorre um estresse oxidativo, que leva as células a produzirem moléculas que causam a sua própria morte.

Alguns neurologistas da Rush University Medical Center, fizeram um estudo com ratos que padeciam de D.P.

Quando eles ingeriam a canela, ela era metabolizada no fígado e transformada em benzoato de sódio, que no cérebro protege os neurónios, normaliza os neurotransmissores e melhora as funções motoras dos ratos.

  • Possui características afrodisíacas

Esta propriedade está correlacionada com o facto da canela favorecer a circulação sanguínea, logo auxilia numa melhor irrigação do pénis.

Que quantidade de canela devemos ingerir diariamente?

Uma grande parte das pesquisas efetuadas, foram realizadas com quantidades equivalentes a ½ a 1 colher de chá, por dia.

Eu ingiro, diariamente, uma quantidade superior e nunca tive qualquer tipo de problema.

Alguns cuidados a ter…

  • As gestantes (grávidas) devem ter precauções, uma vez que esta especiaria pode aumentar as contrações uterinas, elevando o risco de aborto ou de parto prematuro.
  • A canela tem na sua composição cumarina, que lhe confere propriedades anticoagulantes.

Por esse motivo, ela pode interagir com a medicação usada para o coração.

Assim, quem estiver medicado, com anticoagulantes orais, medicamentos para diluir o sangue, deve ter algum cuidado com o consumo de canela.

O mesmo acontece para quem tem problemas hepáticos (fígado).

  • O óleo essencial de canela em contato direto com a pele pode provocar alguma irritação, especialmente, o que é proveniente de cinnamomum cassia.
  • O uso simultâneo de canela e de medicamentos para a diabetes pode levar a uma situação de hipoglicémia, por isso se és diabético não exageres no seu consumo.

Conclusão

Embora os dois tipos de canela sejam seguros para o consumo humano, deves optar por consumir a verdadeira canela, ou seja, a canela do Ceilão, de sabor mais adocicado.

A canela cassia, embora mais comum, apresenta quantidades mais elevadas de cumarina, que em doses elevadas pode trazer transtornos ao fígado.

Portanto, dá preferência à canela do Ceilão, já que é mais segura em doses mais elevadas!

A canela é uma especiaria utilizada há muitos anos, por diferentes culturas e que a utilizam das mais variadas formas, passando pela gastronomia e por múltiplas aplicações farmacológicas.

Os seus benefícios são imensos, o que faz dela, mais do que uma especiaria…

Em muitas culturas continua a ser um bem valioso, como aliás já era considerada há muitos anos atrás.

Muitos esquecem-se de a utilizar e quando a usam não sabem o que estão a ganhar…

Depois da leitura deste artigo, vais ter uma perspetiva diferente e, certamente, vais começar a consumi-la com mais regularidade.

De valor inestimável, a canela confere sabor e aroma a várias iguarias!

Ela funciona como um poderoso antibacteriano, antifúngico e antioxidante, regula os níveis de glicose no sangue, melhora o perfil lípido, melhora a saúde do sistema digestivo, cardíaco e circulatório.

Destaca-se também pelas suas propriedades anti agregantes e anti inflamatórias e previne e inibe a progressão de doenças degenerativas, como a Doença de Alzheimer e a Doença de Parkinson.

Por tudo isto e muito mais que ainda faltou escrever, deves consumir, regularmente, canela!

“A cura está ligada ao tempo e às vezes também às circunstâncias.” (Hipócrates)

Subscreve-te na lista VIP do Blog Poder&Disciplina

Este Blog é somente para quem quer alcançar um espirito de vencedor(a) e guerreiro(a). É interdita a subscrição a quem se resigna à derrota! Junta-te a esta legião e obterás o sucesso!

Subscrever*100% Livre de Spam

Sobre o Autor

Carla Coelho
Carla Coelho

Olá o meu nome é Carla Coelho e este é o Blog Poder e Disciplina. Aqui, eu e o meu marido, compartilhamos conteúdos de alto valor sobre treino, dieta, saúde e sucesso. Sou Licenciada em Biologia, no ramo científico pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e sempre trabalhei como Técnica Superior de Laboratório na área de Análises Clínicas. Ao longo da minha vida sempre fui treinando e sempre me interessei muito por treinos, dieta, saúde e sucesso! Hoje o meu principal foco é tentar passar todo o meu conhecimento nestas áreas e ajudar qualquer um a melhorar a saúde de forma natural, fazendo dos alimentos os seus medicamentos!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solicitar exportação de dados

Utilize este formulário para solicitar uma cópia dos seus dados neste site.

Solicitar remoção de dados

Utilize este formulário para solicitar a remoção dos seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Utilize este formulário para solicitar a retificação dos seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Utilize este formulário para solicitar o cancelamento de inscrição do seu e-mail em nossas Listas de E-mail.